MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO - Assis Chateaubriand
- | A | +
Histórias da arte

Os cursos de Histórias da arte do MASP Escola estão estruturados em programas semestrais. Os três cursos oferecidos são independentes e complementares cobrindo um arco histórico que se estende do século 14 ao 21:

Histórias da arte: renascimento e anti-renascimento (4ª edição)

Histórias da arte: o barroco na Europa e na América Latina. (4ª edição)

Histórias da arte moderna e contemporânea (4ª edição)

Em comum os três programas compartilham do foco em histórias mais abertas, plurais e diversas, englobando uma multiplicidade de territórios, períodos, linguagens e discursos.

Cada curso tem em média 16 aulas e é liderado por um professor que, por sua vez, convida especialistas para ministrar conferências ao longo do semestre. Um formato que garante, ao mesmo tempo, o aprofundamento em temas específicos e a pluralidade de vozes. Dessa forma, os alunos terão acesso a um panorama mais abrangente de abordagens e métodos de interpretação da produção artística, sempre em diálogo com obras da coleção do MASP.

A próxima edição dos cursos terá início em agosto de 2017, e as matriculas já estão disponíveis em MASP Cursos.

CURSOS INTENSIVOS

A historiografia da arte recente vem questionando como proceder a crítica dos cânones artísticos e da normalidade das narrativas cujos preconceitos implícitos – a precedência dos centros artísticos, as noções de genialidade e originalidade e tantas outras - não cansam de nos desafiar. Desde o texto fundamental de Linda Nochlin, Por que não houve grandes mulheres artistas?, de 1971, a crítica feminista tem contribuído para essa revisão, não somente investigando artistas mulheres negligenciadas ou obscurecidas pelos discursos hegemônicos, mas principalmente expondo como as assimetrias entre os sexos e suas representações constituem relações de poder que atuam nas formas de produção e recepção das obras de arte.

Um panorama da arte no Brasil à partir do acervo do MASP

O objetivo do curso é a compreensão da arte produzida no Brasil, e sobre esse território, desde suas origens ameríndias, passando pelo florescimento da cultura religiosa no período colonial, o estabelecimento da Academia Imperial de Belas Artes, onde artistas eram treinados nos moldes da arte neoclássica européia e o advento da modernidade, para chegar até os dias de hoje. Serão contempladas as diversas versões de Brasil que emergem da obra dos artistas europeus transplantados para os trópicos ao longos das três primeiras centúrias, as dos viajantes europeus que registraram o país no século XIX, assim como a criação, em pintura, dos mitos nacionais pelos artistas formados pela Academia. O curso também abordará as transformações da chamada Geração AI-5 e os artistas da década de 1980, passando por seus antecedentes na década de 1950 com o embate figuração/abstração e suas consequências diretas encapsuladas pela obra da tríade Lygia Clark, Helio Oiticica e Lygia Pape.


Toulouse-Lautrec: vidas noturnas

Tendo como base a exposição Toulouse-Lautrec em Vermelho, o curso tratará dos principais aspectos da vida e da obra de Henri de Toulouse-Lautrec, tendo como foco os temas da sexualidade, da marginalidade e dos comportamentos que fogem às classificações usuais. Com sua visão singular e caricatural do mundo, Lautrec representou o avesso do espírito de progresso da Belle Époque, destacando a vida real de atrizes e dançarinas fora dos palcos e longe do glamour dos cabarés de Paris. Também serão exploradas as relações de Lautrec com os artistas de seu tempo, como Degas e Van Gogh, e como sua poética levanta questões que servem de inspiração para artistas de outras épocas e lugares.


Toulouse-Lautrec: vidas noturnas - 2º turma

Toulouse-Lautrec: vidas noturnas - 3º turma

ESTUDOS CRÍTICOS

Sempre às quintas-feiras, o MASP Escola oferece cursos intensivos sobre tópicos específicos da cultura contemporânea. A matrícula pode ser feita de maneira independente em cada um dos temas. Este programa se pretende como um espaço de debate que possibilite a reflexão sobre a arte em suas intersecções com questões políticas e sociais.

Confira a programação 2017:

Agosto
Estudos críticos em arte
Resposta de mulheres

BOLSAS PARA PROFESSORES DA REDE PÚBLICA

O MASP oferece bolsas de estudo nos cursos do MASP Escola para professores da rede pública que atuem em qualquer nível de ensino. Cada professor pode ser contemplado com, no máximo, uma bolsa por semestre. O curso exige, no mínimo, 75% de presença.

A inscrição pede uma carta de intenção, que será utilizada como critério para a seleção dos professores bolsistas. Para concorrer a uma bolsa, preencha o cadastramento do site MASP Inscrições e selecione a opção "Bolsas para professores da rede pública" na página de cada curso.