MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO - Assis Chateaubriand
2009
- | A | +



MANUEL VILARIÑO
TERRA EM TRANSE
Período:
14 de maio a 26 de julho de 2009

Destaque da fotografia contemporânea e na última Bienal de Veneza, Manuel Vilariño dá continuidade ao intercâmbio do MASP com a Espanha, apresentando Terra em transe, mostra itinerante que percorre a América Latina e no Brasil ganha corpo totalizando 21 obras de grandes proporções. Produzida pelo Centro Cultural da Espanha e Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento.




Auto-retrato (divulgação)

VIK MUNIZ
VIK
Período:
24 de abril a 12 de julho de 2009

Vik, a maior retrospectiva do artista plástico e fotógrafo paulista Vik Muniz, chega ao Museu de Arte de São Paulo - MASP, no dia 24 de abril, impulsionada por números surpreendentes. Durante os dois meses em que permaneceu em cartaz no MAM-RJ, a exposição recebeu nada menos que 48 mil visitantes. Mais impressionante do que os números, entretanto, foi a abrangência do público que a conferiu. Internos de instituições psiquiátricas, catadores de lixo, gente do mercado de arte, detentos de Bangu, jovens do Complexo do Alemão e da Cidade de Deus desfilaram, ao lado de estudantes de escolas públicas e de uma representação maciça da classe média carioca, diante das cerca de 200 imagens que compõem as 131 obras da mostra




Zélie Courbet, Gustave Courbet, 1847

DIVERSOS ARTISTAS
ARTE NA FRANÇA 1860-1960: O REALISMO
Período:
16 de maio a 28 de junho de 2009

Cerca de 70 obras vindas de importantes museus franceses e da Coleção Berardo, de Lisboa, unem-se a mais 50 obras do acervo do MASP para compor uma importante exposição de arte comemorativa ao Ano da França no Brasil. Com patrocínio do Carrefour Soluções Financeiras, Arte na França 1860-1960: O Realismo permanece por quase dois meses no MASP e depois segue para o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), em Porto Alegre.






YANG SHAOBIN
PRIMEIROS PASSOS, ÚLTIMAS PALAVRAS
Período:
13 de agosto a 18 de outubro de 2009

Um dos primeiros artistas chineses a conquistar o Ocidente, Yang Shaobin traz ao Brasil exposição concebida especialmente para o MASP, com 50 obras produzidas de 96 até os dias de hoje, algumas delas nunca exibidas. Destaque em 99 na Bienal de Veneza, artista mostra sua percepção sobre a violência política e social em telas como as dedicadas a Fidel Castro, Saddam Hussein e a vítimas da intolerância






CAROL ARMSTRONG, FERNANDO AZEVEDO E LEONARDO KOSSOY
ONDE A ÁGUA ENCONTRA A TERRA
Período:
20 de agosto a 20 de outubro de 2009

Pelas lentes dos brasileiros Fernando Azevedo e Leonardo Kossoy e da norte-americana Carol Armstrong, ?Onde a Água Encontra a Terra? percorre caminhos e destinos de rios e mares por diversos pontos do planeta. Com 45 imagens, a exposição tem curadoria de Paulo Herkenhoff e fica em cartaz na galeria lateral do 1º subsolo do museu.




Manequins de Dusseldorf - obra de Vera Chaves Barcellos, divulgação

VERA CHAVES BARCELLOS
IMAGENS EM MIGRAÇÃO
Período:
14 de agosto a 25 de outubro de 2009

Em recorte de 96 obras produzidas dos anos 60 até hoje, Vera Chaves Barcellos convida o espectador a construir o significado de ?Imagens em Migração?, maior exposição da artista plástica gaúcha já realizada em São Paulo. Trabalhos do início da pós-modernidade no Brasil, além de obras inéditas são contemplados na mostra.






FESTIVAL DO MINUTO
1000 MINUTOS DE 80 PAÍSES
Período:
4 a 29 de março de 2009

Dezoito anos do Festival do Minuto em exposição no MASP. Depois de Pequim, Florença, Lisboa e Bruxelas, mostra internacional organizada pelo Festival do Minuto da Holanda pode ser vista no MASP, com curadoria nacional de Marcelo Masagão, de 3 a 29 de março de 2009. Seleção inclui obras de Kiko Goifman, Fernando Bianchi e André Abujamra.




Duna, 2001. Fotógrafo Fausto Chermont, 33 x 47 cm

COLEÇÃO PIRELLI-MASP DE FOTOGRAFIAS
17ª EDIÇÃO - 80 ANOS DA PIRELLI NO BRASIL
Período:
12 de março a 3 de maio de 2009

Nova edição contempla linguagens inéditas na Coleção. Colaboração de quatro consultores de diferentes regiões do país identifica percepções ainda ausentes na Coleção. Mostra com 80 imagens de 24 fotógrafos traz ainda área dedicada a obras do fotógrafo André François.