MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO - Assis Chateaubriand
- | A | +

Fotografia da implosão do edifício Mendes Caldeira, em novembro de 1975, que integrou a exposição A Grande São Paulo, realizada no MASP em 1976. Foto: Márcio Kerr Martins

ACERVO MASP
ARQUIVO NO TRIANON-MASP: AVENIDA PAULISTA
Período:
17.02.2017 a 28.04.2017

Em sua quarta edição, o programa Arquivo no Trianon-Masp exibe duas imagens históricas, pertencentes ao Centro de Documentação do MASP, que integraram a exposição A Grande São Paulo, realizada no museu em 1976




Mauro Restiffe, Avenida Paulista #6, Tre?s Marias, detalhe, 2017, cortesia do artista


AVENIDA PAULISTA
Período:
17.02.2017 a 28.05.2017

Com esta exposição, o MASP volta a atenção para seu entorno, compreendendo a avenida Paulista não apenas como local onde o Museu está inserido, mas também como objeto de consideração e reflexão. Trata-se de uma atenção significativa no contexto dos 70 anos do Museu (inaugurado em 1947 num edifício da rua 7 de Abril no centro de São Paulo e transferido para este edifício em 1968): a mostra representa um olhar para este local icônico da cidade, que é ao mesmo tempo cartão-postal e palco de embates e disputas de muitas ordens.




Agostinho Batista de Freitas, Circo Piolim no vão do MASP, 1972, acervo MASP, doação Marta e Paulo Kuczynski, 2016

AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS
AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS, SÃO PAULO
Período:
10.12.2016 a 09.04.2017

Esta exposição reúne 74 pinturas realizadas entre as décadas de 1950 e 1990, incluindo cinco telas recentemente doadas ao acervo do MASP, fazendo com que, pela primeira vez, a obra de Agostinho Batista de Freitas (1927--1997) esteja presente na coleção do Museu, corrigindo uma lacuna histórica.




Vista da pinacoteca do MASP em dezembro de 2015, foto Eduardo Ortega

ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO
A COLEÇÃO DO MASP DE VOLTA AOS CAVALETES DE CRISTAL DE LINA BO BARDI
Período:
A partir de 11.12.2015

A volta dos radicais cavaletes de cristal de Lina Bo Bardi à exposição do acervo apresenta uma seleção de 119 obras provenientes de diversas coleções do museu, abrangendo um arco temporal que vai do século 4 a.C. a 2008. Os cavaletes tiveram sua estreia na abertura da atual sede do museu em 1968 e foram removidos em 1996.