MUSEU DE ARTE DE SÃO PAULO - Assis Chateaubriand
- | A | +

Vista da exposição individual de Rubens Gerchman no Hall Cívico em 1974.


VITRINES DO 2º SS
Período:
A partir de 26 de março

Textos, fotografias e documentos da Biblioteca e Centro de Documentação do MASP apresentam uma história das exposições e expografias do museu.




Rosa e Azul (As Meninas Cahen d´Anvers)


EXPOSIÇÕES DE LONGA DURAÇÃO DO ACERVO
Período:
Até 28 de junho de 2015

No segundo andar, o MASP apresenta obras do seu acervo de arte italiana, francesa e latino-americana. Em exposições de longa duração, estão presentes alguns dos principais artistas da coleção, como Manet, Degas, Cézanne, Gauguin, Van Gogh, Matisse, Renoir, Picasso, Poussin, Delacroix, Leon Ferrari, Hieronymus Bosch, Rafael, Mantegna e El Greco. As mostras ficam em cartaz até 28 de junho.




Cinco Moças de Guaratinguetá, de Di Cavalcanti, participa da exposição Arte do Brasil no século 20.

ACERVO MASP
ARTE DO BRASIL NO SÉCULO 20
Período:
De 10 de abril a 28 de junho de 2015

Arte do Brasil no século 20 apresenta uma seleção de obras da coleção do MASP, em diálogo inédito com documentos do arquivo histórico e fotográfico do museu. O recorte não pretende construir uma história abrangente da arte do século 20. Ao contrário, o conjunto é fragmentado, e, se há uma história que ele revela, é a do próprio museu e de seu acervo. Ao lado das obras, são expostos documentos referentes a elas, como correspondências, fotografias, folhetos, catálogos e textos diversos.




BENEDITO CALIXTO, Rampa do Porto do Bispo em Santos (1900) participa da exposição Arte do Brasil até 1900, a partir de 26/3 no 2º subsolo do MASP.

ACERVO MASP
ARTE DO BRASIL ATÉ 1900
Período:
De 26 de março a 7 de junho de 2015

A exposição apresenta um recorte da coleção de pintura brasileira do MASP, do século 17 ao 19, do período colonial à República. Reúne não apenas obras da coleção, mas também documentos do arquivo histórico e fotográfico do Museu, e apresenta não só um panorama do período mas também revela um pouco das histórias em torno da construção do acervo MASP. Assim, diversas histórias se entrelaçam: a do MASP, a trajetória das obras do Museu e a própria história da arte brasileira.