MASP ACONTECE
Edição 138 – 4.2017

PROGRAMAÇÃO MENSAL DO MASP
ADQUIRA SEUS INGRESSOS AQUI

Em abril, o MASP inaugura uma nova exposição. Nos feriados dos dias 14, 16 e 21.4 o Museu funciona normalmente.

 

EXPOSIÇÃO

QUEM TEM MEDO DE TERESINHA SOARES?

De 28.4 a 6.8. Abertura em 27.4, 20h

No dia 28.4, o MASP inaugura Quem tem medo de Teresinha Soares?, exposição que apresenta um panorama da obra da mineira Teresinha Soares (Araxá, 1927), uma das principais artistas que trabalhou com questões relacionadas à mulher no Brasil, entre os anos 1960 e 1970. Com pinturas, relevos, caixas-objetos, serigrafias, desenhos, livros de artista e uma instalação em grande formato, a exposição ressalta o caráter contestatório, transgressivo e abertamente erótico da obra de Soares. A representação do corpo é um de seus temas mais recorrentes, abrangendo desde o erotismo e o sexo, até as relações com os costumes morais, o consumo, a máquina e a política. Esta é a primeira retrospectiva da artista em um Museu, tanto no Brasil quanto no exterior, e também sua primeira grande individual em mais de 40 anos. Assinam a curadoria Rodrigo Moura, curador-adjunto de arte brasileira, e Camila Bechelany, curadora-assistente do MASP.
Quem tem medo de Teresinha Soares? integra a programação de exposições em torno dos temas da sexualidade e de gênero, abordados ao longo de 2017 no MASP, a partir de uma leitura transversal, que inclui diferentes acervos, além de artistas brasileiros e estrangeiros de diferentes gerações.

saiba mais

 
 

EXPOSIÇÃO

AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS, SÃO PAULO

Até 9.4


Até 9.4 acontece a mostra Agostinho Batista de Freitas, São Paulo, que traz 74 trabalhos do artista autodidata, de vistas e marcos arquitetônicos da cidade. Esta foi a maior exposição individual de Batista de Freitas desde sua mostra inaugural no MASP, em 1952. Ao longo dos anos, o artista criou diversas pinturas de lugares icônicos, como o Teatro Municipal, a Catedral da Sé e o próprio MASP, que foi retratado em diferentes ângulos na avenida Paulista. Muitas das pinturas de Agostinho retratam uma São Paulo do passado que já não existe mais, enquanto outras mostram o avanço dos arranha-céus no cenário urbano. Também estão presentes cenas do campo, de favelas e festas populares.

saiba mais

EXPOSIÇÃO

AVENIDA PAULISTA

Até 28.5


Inaugurada no dia 16.2, a exposição coletiva Avenida Paulista toma a avenida como eixo central, abordando suas dimensões históricas, sociais, econômicas, culturais e antropológicas. Integram a mostra 17 artistas convidados, que realizaram projetos específicos para a exposição. Além disso, estão presentes mais de 100 trabalhos, de 40 artistas que retrataram a avenida no passado. No total, são cerca de 150 obras, que ocupam os 1º e 2º andares, o 1º subsolo e a sala de vídeo no 2º subsolo. A mostra aborda não apenas as histórias, a paisagem e a arquitetura da avenida, mas também levanta temas importantes de seu cotidiano, como as manifestações políticas; o direito à cidade; a população em situação de rua; a gentrificação; e as questões de gênero e a sexualidade. Assinam a curadoria Adriano Pedrosa, diretor artístico do MASP, Tomás Toledo, Camila Bechelany, Fernando Oliva e Luiza Proença, curadores do Museu, com Amilton Mattos, etnomusicólogo.

saiba mais

PALESTRA

BÁRBARA WAGNER E A DANÇA QUE DESAFIA O RETRATO

8.4, 11h. Gratuito


A próxima palestra sobre artistas mulheres no acervo do MASP é dedicada ao trabalho de Bárbara Wagner (Brasília, 1980). Na data, a palestrante Ana Maria Maia reúne análises de algumas obras, como as da série Brasília Teimosa (2005), com uma imagem em exposição nos cavaletes do 2° andar do Museu. Além do filme Estás vendo coisas (2016), mostrado na 32ª Bienal de São Paulo. Nesses trabalhos, entre cores vibrantes e posturas soberanas, apresentam-se irredutíveis os universos do maracatu, do brega e do funk, a tradição que não aceita ser chamada de folclore, as periferias que deixaram de negociar padrões de gosto e valor com os centros. A programação é gratuita e acontece no dia 8.4, às 11h, sábado. As inscrições online estão encerradas, mas é possível retirar senhas no dia, uma hora antes do evento, até a lotação do auditório. Amigo MASP tem vagas exclusivas.

saiba mais

 
 

MASP OFICINAS

OFICINAS: AVENIDA PAULISTA

Até 28.5. Sábados e domingos. Gratuito


Como parte da programação da exposição Avenida Paulista, em abril acontecem mais quatro oficinas gratuitas. O programa utiliza a Paulista como lugar de atuação e intervenções, procurando debater a complexidade da avenida para além de sua identificação como símbolo e cartão postal da cidade. Para este mês, estão confirmadas atividades com dois artistas da mostra: Daniel de Paula (15 e 16.4) e Mauro Restiffe (22 e 23.4). As outras atividades ficam por conta do Teatro Oficina (8 e 9.4) e estúdiofitacrepeSP (29 e 30.4).
As atividades acontecem aos sábados e domingos, das 14h às 17h. Inscrições gratuitas. Para participar, verifique a indicação etária de cada oficina.

saiba mais

FILMES

SUBSESSÕES AVENIDA PAULISTA

Até 19.5. Sextas-feiras, 19h. Gratuito


No contexto da exposição Avenida Paulista e em parceria com a Cinemateca Brasileira, o MASP apresenta uma programação de filmes no Auditório. Para este mês, estão programadas as exibições de Wilsinho Galileia (1978), de João Batista de Andrade, no dia 7; e Fome, de Cristiano Burlan, no dia 28. A seleção dos filmes ficou a cargo da artista Dora Longo Bahia, junto com o grupo de estudos Depois do Fim da Arte, que coordena a programação e, a cada sessão, produz um cartaz artístico sobre o tema do filme, além de projetar um filme-comentário. A programação visa retomar o espírito dos cineclubes tradicionais e conta com um bar, a partir das 18h30.
Retirada de ingressos a partir das 17h, na bilheteria do Museu. Sessões gratuitas. Todos os filmes serão
exibidos em projeção digital.

saiba mais

ENCONTROS PARA PROFESSORES

CINCO ENCONTROS SOBRE ARTE, EDUCAÇÃO E ESFERA PÚBLICA

Primeiro encontro em 29.4. Sábado, 9h às 14h. Gratuito


Ao longo deste ano, o MASP realiza cinco encontros direcionados a professores e educadores sobre tópicos que norteiam a programação do Museu e que estão em discussão nos campos da arte e da educação no Brasil. O primeiro, cujo tema é Direito à cidade, acontece no dia 29.4. Os demais abordam Descolonização e educação popular (10.6), Cultura afro brasileira e educação antirracista (15.7), Cultura e educação indígenas (16.9) e Gênero e sexualidades (25.11).
A atividade é destinada a professores, mas aberta também para interessados em geral. As inscrições para o primeiro encontro, sobre Direito à cidade (29.4), serão abertas em 10.4. Atividade gratuita.

saiba mais

 
 

AV. PAULISTA, 1578
SÃO PAULO SP

TER – DOM 10H – 18H
QUI 10H – 20H


R$ 30 INTEIRA
R$ 15 PROFESSORES, ESTUDANTES
E MAIORES DE 60 ANOS
GRÁTIS TER 10H – 18H

55 11 3149.5959
MASP.ORG.BR
ATENDIMENTO@MASP.ORG.BR
/MASP_OFICIAL
/MASPMUSEU
@MASPMUSEU
@MASPMUSEU

Caso você não queira mais receber, acesse aqui para cancelar.